Roteiros/Levadas

A orografia da Ribeira Brava oferece uma diversidade e riqueza de paisagens que devem ser disfrutadas através de percursos a pé, pelos trilhos das serras e levadas que o concelho dispõe. Preparamos algumas sugestões para passeios a pé.

 

Percurso a Pé pela Levada do Norte, do Cabo Girão à "Boa Morte"

  

Este passeio tem o seu início no cruzamento da estrada regional com a Levada do Norte, algures entre o Garachico e um pouco abaixo do Cabo Girão. Conforme a opção, podemos atingir o ponto de cruzamento da levada com a estrada municipal no sítio da Boa Morte (freguesia da Ribeira Brava) ou a Vila da Ribeira Brava.
Assim, a duração de 3 e 4 horas e a extensão de 10 Km e de 13 Km aplicam-se em função do destino seleccionado.

Seguindo a levada a partir das proximidades do Ribeiro da Caldeira, passamos por um túnel de 300 metros e, mais adiante, cruzamos com a estrada regional na Quinta Grande. Nesta fase destacam-se as vistas sobre Câmara de Lobos, Funchal, Campanário, e sobre o convento da Caldeira, os campos verdes e os casarios.

Da Quinta Grande até à Boa Morte percorre-se a distância aproximada de 8,5 Km durante duas horas e meia. Novamente surgem ao olhar as mais diversas e impressionantes paisagens, compostas por plantas, flores e árvores coloridas pelos mais ímpares matizes.

Para os mais audazes insatisfeitos,  temos o troço Eira do Mourão, Central da Serra de Água.

 

 

 


 

Percurso a pé do Lombo Cesteiro à Bica da Cana

Trata-se de um passeio a pé que tem como ponto de partida o Lombo Cesteiro e destino o Sítio da Bica da Cana. O percurso é sempre a subir e, sem conter elevações muito íngremes, tem a duração aproximada de três horas.

O passeio contempla encostas de inegável beleza e uma variedade impressionante de flores.

O trajecto passa por alguns pontos de referência tais como: O Lombo Moiro e o Lugar do Caramujo - ideal referência para usufruir de algumas vistas panorâmicas sobre São Vicente.

 


 

Percurso a Pé pela Levada da Serra de Água ao Curral das Freiras

Este passeio possibilita duas alternativas: uma numa extensão de 14 Km, com a     duração de 5 a 6 horas, tem início na Estrada Regional, junto à entrada para a Igreja da Serra de Água e destino à Igreja do Curral das Freiras, a outra hipótese, com igual ponto de partida, numa extensão de 8 Km e duração de 3 a 4 horas, desemboca no Miradouro da Encumeada. É aconselhável o uso de bordão ao longo deste passeio.

Alguns pontos sinalizam o trajecto deste passeio: o Lombo Moleiro; a ponte sobre a Ribeira do Poço que permite o acesso ao Caminho Matias; o túnel maior da Levada do Norte e Curral Jangão, mas antes de aqui chegar, é preciso estar atento porque em plena floresta a vereda subdivide-se em dois ramos: o da esquerda permite o acesso à Levada do Norte, à Central Hidroeléctrica da Serra de Água e à Pousada dos Vinháticos, ao passo que o outro segue em direcção ao Curral Jangão.

A partir daqui, no cruzamento com o velho caminho entre o Estreito de Câmara de Lobos e a Encumeada, é possível seguir em direcção ao Chão da Relva ou para a Encumedada. Do Chão da Relva pode-se de novo optar entre a direcção do posto florestal da Boca da Corrida ou descer para a Fajã Escura no Curral das Freiras, passando sobre a Ribeira dos Socorridos.

Ao longo do percurso poderá observar azevinhos (Ilex canariensis), loureiros, vinháticos, pau branco, castanheiros, eucaliptos, dedaleiras, fetos, flores diversas, criação de gado vacum, agricultura intensiva, além de outras surpresas que esperam por si.

 


 

 Caminho Real Da Encumeada (PR2)

Distância: 12.5 Km

Dificuldade: dificuldade_dificil

Duração: 4-5 horas

Início/Fim: Encumeada/Boca da Corrida

Altitude min/máx: 940/1340 m

 

 

Este percurso desenrola-se nas bases dos picos mais altos da Ilha da Madeira, e atravessa uma parte do majestoso Maciço Montanhoso Central. A perspetiva proporcionada por este percurso muda em cada curva, em cada subida e em cada descida para encher o olho e a alma dos caminhantes.

Ao longo do percurso as vistas sobre o Curral das Freiras, localizado no centro da ilha, e da povoação da Encumeada vão surgindo e merecem a sua contemplação. Também poderá apreciar espécies endémicas da flora e fauna da Madeira, como o Loureiro, o Vinhático, o Til, Bisbis, Tentilhão, Francelho e muitos outros.

É uma caminhada que, por ser numa montanha, exige alguma preparação física e resistência, embora a sensação de grandeza e satisfação por ela oferecida compense o esforço. Além disso, ao fazer esta caminhada será transportado à Madeira Antiga, pois esta era uma das principais vias utilizadas para a movimentação das pessoas na ilha.

 


 

LEVADA NOVA

Considerada como uma das levadas mais belas e encantadoras da costa sudoeste. Proporciona uma magnífica caminhada de entre três a quatro horas através da floresta verde da laurissilva, cuja designação latina: laurus (lauráceas: til, loureiro, vinhático e barbusano) e silva (floresta, bosque), sem obstáculos notórios, existindo apenas alguns locais menos próprios para quem tenha vertigens.

Ao longo da Levada Nova encontramos pequenos túneis fácis de atravessar, mas que não dispensa o uso de uma lanterna.

Durante o seu percurso espera-nos um belo quadro hidrogeológico que merece largos momentos de contemplação e algumas fotografias para mais tarde recordar. Encontraremos pequenas cascatas emolduradas por tufos vulcânicos esculpidos pela água, debaixo da qual passa a levada. passando pelas ribeiras da Ponta do Sol, Tabua e Ribeira Brava, onde podemos desfrutar da paisagem circundante dominada pelas montanhas. Ao londo da ribeira da Tabua, podemos aproveitar para passear um pouco, quer para montante, quer para jusante.

 


 

Estreito Câmara de Lobos - Ribeira Brava

Percurso: Estreito de Câmara de Lobos, Quinta Grande, Campanário, Lombo Mourão, Ribeira Brava.
Extensão: 13Km. Dificuldade: 2 botas. Duração: 6 horas. Transporte: Autocarro de aluguer.
Saída às 07h 45m da Avenida do Mar, Parque de Estacionamento junto ao teleférico. É necessário inscrever-se, número limitado à lotação do autocarro.

 


 

 

Percurso a pé do Lugar da Serra ao Espigão

Parte-se um pouco abaixo do Cabo Girão em direcção à Vila da Ribeira Brava, numa extensão de 15 Km, durante 8 horas.
Entre as principais referências deste passeio salientam-se: a subida para a Ribeira do Escrivão, a passagem por Aviceiro, seguida das Fontaínhas. Acima destas o caminho bifurca-se: seguindo pela direita, o destino é o Jardim da Serra, no Estreito; na direcção oeste chegamos aos Terreiros, sítio do Campanário e, mais a diante, fica o Lugar da Serra.

Depois de se avistar a estrada que sobe de São João para o sítio das Fontes e para o posto florestal da Trompica, encontra-se, abaixo do cruzamento, o início do caminho para o Espigão. Pela antiga vereda podemos descer até ao sítio da Meia Légua. Daqui até à Vila da Ribeira é só mais meia hora a andar.

Durante este percurso poderá surpreender-se pela quantidade infindável de flores e plantas, de paisagens e árvores diversas.

 

XI ENCONTRO REGIONAL ECO-ESCOLAS DA RAM

Serviços Online

Recrutamento

Candidaturas

Apoio

atendimento ao munícipe

 

Aceda aqui à sua área on-line de munícipe da Câmara Municipal da Ribeira Brava. Solicite Requirimentos, Atestados, Pagamento de Serviços, entre outros..